13.10.07

Milagres

Sentada em minha cama, no feriado prolongado, com o costumeiro sono que tenho sentido o dia inteiro. Fiquei olhando o movimento suave da persiana por causa da janela aberta. E percebi como a vida é feita de pequenos milagres. Viajei?

Explico. Você sabe tanto quanto eu que o vento é o ar em movimento. Mas o fato de um fenômeno natural suscitar sentimentos nas pessoas, isso é um milagre. A temperatura do ar se eleva, fazendo a massa mudar de lugar e o cérebro humano faz arte com isso. Esse é o milagre.

Quantas vezes você ficou um pouco mais feliz por sentir uma brisa no rosto? Alguma vez já pediu ao vento para levar um recado a alguém? Já ouviu uma música linda que falasse sobre o vento? Eu já fiquei observando o movimento das persianas e viajando...

Meu irmão tem um canário. O bicho é bem menor que a minha mão. Ele está cantando agora. Muito alto e por muito mais tempo do que eu poderia sonhar em fazer, mesmo tendo pulmões dezenas de vezes maiores do que ele. Se você já ouviu um canário, sabe como é lindo. Talvez me diga que aquilo é instinto e bicho não faz arte, lógico. Mas não é um milagre a potência do canto e a admiração que provoca em mim?

Eu nunca presenciei um milagre desses que a gente procura. Uma cura impossível. Eu ganhar na Mega Sena. Nunca. Mas meu vô tem 86 anos, esqueceu a chave de casa e pulou o muro para entrar. Meu amigo, isso é um milagre!

Você faz uma brincadeira de apertar o nariz de uma criança e dizer "fom-fom" e ela repete isso com todo o mundo, mesmo sem saber nem falar ainda. Isso é um milagre. Essa capacidade de aprender sempre e sempre, tão pequenininha ainda.

A melancolia que te enxarca com a chuva. A esperança. Buscar o significado de um sonho. Um embrião aumentar 50 vezes o próprio peso em uma semana. Ter menos de 3 centímetros, já ter nome sem ter sexo aparente, e mudar a vida de dezenas de pessoas. A inspiração. O sorriso que surge com o cheiro de chiclete dentro da bolsa. O passarinho que continua cantando. O vento. O pensamento que viaja com o vento e se transforma em palavras. Amizade. Saudade. Carinho. O sono...

2 comentários:

Mi do Carmo disse...

Você está grávida, shil..

Quer milagre maior que esse?

Tem inúmeros cheiros e cores que fazem esse milagre, nesse final de semana foi o cheiro do Sundown. Nada remete mais às lembranças boas da minha infância do que o cheiro do Sundown...


Beijos!

Carol Urbano disse...

Noossa, o ventinho na persiana veio em boa hora, :D
rendeu palavras ótimas para reflexão.(obrigada)


[enquanto escrevia me veio um ventinho pela janela aqui também]

aaah,
tenha uma ótima semana.
paz.

[não vejo a hora de ver seus posts corujas quando o bebê nascer]